Problema! Qual é o Seu?

Problema! Qual é o Seu?

As adversidades fazem parte da vida e quer você queira, quer não, precisamos saber lidar com as coisas que acontecem da melhor maneira possível. Nesse

As adversidades fazem parte da vida e quer você queira, quer não, precisamos saber lidar com as coisas que acontecem da melhor maneira possível. Nesse post vamos te ajudar a ter uma nova perpectiva e te mostrar que os problemas que você está enfrentando nesse momento talvez não sejam tão grandes quanto parecem.

Volta por Cima

Fomos há um evento há 3 semanas atrás em Sydney – Austrália, e assistimos uma palestra de um dos nossos maiores ídolos. Ele é o exemplo vivo que até na pior das situações dá para dar a volta por cima!

E por que afirmamos isso com tanta autoridade? O cara simplesmente nasceu sem os dois braços e as duas pernas e mesmo assim se tornou um dos maiores palestrantes motivacionais do mundo, dando palestras na televisão em rede nacional em vários países, só para você ter uma ideia!

Às vezes passamos por coisas  tão complicadas que acabamos nos colocando no papel de vítima do Universo sem perceber, como se aquela situação só acontecesse conosco, mas a realidade está bem longe disso! Não somos tão especiais assim para sermos os únicos entre 7 bilhões de habitantes a ter que lidar com as mais variadas adversidades que surgem no nosso caminho.

Assista um pedacinho da palestra que gravamos do Nick Vujicic, o australiano de 32 anos que nasceu sem braços e pernas e mesmo assim surfa, joga bola, nada, pula de paraquedas, é casado e está prestes a ter o seu segundo filho! Pois é, você leu direito, ele consegue fazer tudo isso mesmo não tendo nenhum dos membros! Impressionante, né?

Alguma coisa mudou no seu coração depois de assistir esse vídeo? Esperamos que sim, pois gravamos especialmente para fazer a diferença na vida das pessoas que estão nesse momento sofrendo em demasia por problemas que na verdade nem são tão grandes, ou problemas que tem solução.

Tenha em mente que  a vida é como aquelas máquinas de batimento cardíaco, ou a linha está para cima, ou está para baixo, se ela estiver em linha reta, é porque você morreu! Os altos e baixos são normais e o nosso papel é evoluir com os aprendizados que as adversidades trazem.

Se tudo fossem flores não aprenderíamos absolutamente nada! É na dor e no erro que temos o maior crescimento pessoal, agora é escolha nossa tomar uma atitude e mudar a situação para melhor, assim como o Nick fez com a vida dele!

Esse post te ajudou? O que você está passando nesse exato momento ainda parece ser um problemão?

Avalie este post

COMMENTS